quarta-feira, dezembro 01, 2010

LEVA-ME PR'A CASA

Praticamente um Ano depois, novas linhas, sons, misturas de cores que se escutam no vento essa voz secreta que nos pede ser, apenas ser.
Praticamente um Ano depois, novos mundos encontrados, faces descobertas, esquecidas e relembradas, saudades do passado e do presente, saudades de um futuro sonhado, vivido, provado, pequenas folhas de papel timbradas com as linhas do rosto que me cativa...
Praticamente um Ano depois com palavras ensaiadas a sair do meu baú como a frescura do inverno, raiva e fúria arremessada para dentro de mim sem dó nem piedade, farrapos compostos em cinderelas cintilantes...
Chega frio e cru o tempo da chuva que me limpa o rosto e aconchega a alma.


1 comentário:

Andreia disse...

Bem vindo :D