sábado, fevereiro 28, 2009

Light Up


Inspira, solta um grito, e corre...

Não pares nunca de correr mesmo que o tempo caminhe.
Corre como o vento, como o mar corre por entre e para lá dos montes e das marés, carrega em ti os abraços e os sorrisos, sorri... não percas a noção do horizonte, mais uns passos e o mundo é teu, inspira, exala todo o ar que carregas, transportas, aconchega a terra que pisas por entre os dedos que marcam as tuas pegadas soltas, lindas, apaixonadas... corre...

Inspira, sustém, fecha-te no mundo, abre-te aos céus, abre-te à escrita, às frases, às palavras, ao mundo mudo dos dedos que descobrem por ti, o tacto, o olfacto, pára... espraia-se o mar à minha frente, quero as ondas no meu corpo, o sal na minha pele, o sopro leve pelo cabelo das tuas palavras, corre... corre... corre num tempo que se transforma, te pertence, nos pertence, corre... corre à deriva no azul, no verde, nas cores que se misturam em dias de sol porque a chuva não se faz quando se encontram, os olhares...
Quando o sabor a sal se mistura com as águas do mar... pensar em ti... é inevitável.

1 comentário:

Andreia disse...

Corre atrás do que amas.. dos teus sonhos.. mas nunca deixes de ser quem és

:D

Beijinho!