segunda-feira, maio 15, 2006

A Cultura do Esparguete

São 23h e 25 minutos e decidi fazer esparguete...
Claro está que toda a gente aqui em casa acha que sou louco e eu ponho realmente algumas sérias dúvidas à minha sanidade mental...
Mas perguntam voçês... porquê esparguete ?
Mesmo que não perguntem, eu atrevo-me a responder;

PORQUE SIM...

... o esparguete não tem a importância que merece e que não lhe é reconhecida no dia a dia... É dinâmico, suave, de paladar lato e exótico, multifacetado e consegue surpreender sempre que acompanhado de velas...

E porque afinal, no fim das contas, permite ser mais criativo que o arroz...

Estou com fome... aqui fica a receita e seja o que Deus quiser...

Ingredientes:
Alho: 1 cabeça - Natas: 2,5 dl - 1 cubo de caldo de carne - Esparguete: 400 g - Margarina: 50 g - Pinhões: 50 g - Queijo ralado: 40 g (facultativo).
Preparação:
Pelar os dentes de alho e cozê-los nas natas com o cubo de caldo durante cerca de 10 minutos. Cozer o esparguete. Passar o preparado de alho por um passador para uma tigela aquecida. Misturar o esparguete com o molho de alho quente. Derreter a margarina, juntar os pinhões e deixar aloirar. Adicionar o esparguete e polvilhar, querendo, com o queijo ralado. Temperar com pimenta e servir imediatamente.


BON APETIT...

2 comentários:

Carla Luis disse...

Receita ainda mais rápida:
cozer o esparguete.
Abrir um frasco de pesto.
Quando o espparguete estivel al dente, juntar duas ou três colheres de pesto.
Abrir uma mozarella e juntar.
= bella refeição em 10 minutos!!
;)

SAMU disse...

Práctica e simples...
Vou experimentar e depois digo algo :)